sexta-feira, agosto 30, 2019

Pataniscas de milho com molho de iogurte e alho (Corn fritters with yogurt garlic dipping sauce)




Ingredientes (6 / 8 unidades)
1 1/2 chávenas de milho (pode ser congelado ou de lata)
1/2 chávena de farinha
1 ovo
3 colheres de sopa de leite
1/4 de pimento vermelho pequeno
1 raminho de coentros
1 colher de chá de paprika fumada
1 colher de café de pimenta cayenne (pode ser mais ou pode não se utilizar)
Sumo de 1/2 limão
Sal qb
Azeite para untar a frigideira
(para o molho)
1/2 chávena de iogurte grego
1 dente de alho
1 pitada de oregãos
1 colher de sobremesa de azeite

Preparação
Começa-se por preparar o molho colocando todos os ingredientes no liquidificador e triturando no máximo até obter um molho liso e suave (é preferível colocar menos oregãos e acrescentar no final se for necessário para que o sabor não fique demasiado intenso), verifica-se o sabor/tempero e coloca-se no frigorífico.
Numa taça coloca-se a farinha, o ovo, o leite, a paprika, a pimenta e o sal. Mistura-se com uma vara de arames. Em seguida junta-se o milho, o pimento cortado em cubinhos pequenos, os coentros picados e o sumo de limão. Mistura-se de novo até que tudo esteja bem envolvido.
Numa frigideira anti-aderente coloca-se uma colher de sopa de azeite e quando estiver quente, com o auxílio da colher de gelados colocam-se porções da massa na frigideira. Deixam-se fritar 2 a 3 minutos, viram-se e deixam-se fritar do outro lado mais 2 a 3 minutos (até ficarem dourados). Escorrem-se sobre papel absorvente e servem-se acompanhados pelo molho de iogurte e alho. Acompanhados por uma salada servem de refeição ligeira.



NOTA 1
As pataniscas de milho ou "corn fritters" são um prato original dos nativos Americanos. Actualmente fazem parte da cozinha tradicional do Sul dos Estados Unidos. Existem versões doces e salgadas, podem ser fritas imersas em óleo ou azeite (deep fried) ou como descrevi aqui (shallow fried).

NOTA 2
Caso se use milho congelado deve-se descongelar e escorrer antes de usar.





Agora também no Facebook

quarta-feira, agosto 28, 2019

Salada de frango com abacate e pistáchios (Chicken, avocado and pistachio salad)


Ingredientes (1 salada)
1/2 chávena sobras de frango assado (previamente desfiado)
1 abacate pequeno
6 tomates cereja
Pistáchios qb
Mistura de alfaces qb
Flor de sal qb
Azeite qb
Sumo de lima qb

Preparação
Coloca-se a alface no fundo do prato e cobre-se com o frango desfiado. Em cima coloca-se o abacate em cubinhos e o tomate cherry cortado ao meio. De seguida polvilha-se com os pistácios e tempera-se com a flor de sal, o azeite e o sumo de lima. Serve-se de imediato.





Agora também no Facebook

segunda-feira, agosto 26, 2019

Blinis de batata com queijo creme e salmão fumado (Potato blinis with cream cheese and smoked salmon)




Ingredientes (15 unidades aprox.)
2 batatas médias (+/- 300gr.)
2 ovos
80gr. de farinha
1 colher de café de bicarbonato de sódio
80ml. de natas ligeiras
Pimenta preta qb
Salmão fumado qb
Queijo creme
Sumo de limão qb
Cebolinho fresco para decorar
Azeite para untar a frigideira

Preparação
Descascam-se as batatas, cortam-se em cubos e cozem-se em água e sal. Deixam-se arrefecer. Esmagam-se as batatas já frias e colocam-se na taça da batedeira juntamente com os ovos. Bate-se até que estejam bem misturados. Em seguida junta-se a farinha peneirada com o bicarbonato e as batas continuando a bater até obter uma massa lisa e homogénea.
Pincela-se uma frigideira anti-aderente com azeite e quando estiver quente coloca-se na frigideira porções da massa com uma colher de sopa de modo a formar pequenas panquecas. Quando começarem a fazer bolhinhas (+/- 2 minutos) viram-se e cozinham-se do outro lado.
Depois de cozinhadas deixam-se arrefecer um pouco. Enquanto os blinis arrefecem corta-se o salmão fumado em tiras e rega-se com um pouco de sumo de limão. Por cima de cada blini coloca-se uma colher de chá de queijo creme, uma pequena fatia de salmão fumado e decora-se com cebolinho.


NOTA
Blini é um tipo de panqueca tradicional originária da Rússia. É feita com massa farinha de trigo branco ou trigo mourisco, aveia, cevada, centeio ou mesmo batata, leite, ovos e nata. Na Rússia, fazem parte duma celebração do fim do inverno, a “Maslenitsa”, na última semana de Fevereiro, mas os blini são populares também noutros países da região. Normalmente são servidos com vários acompanhamentos, em que se destacam o caviar e o salmão, mas também podem ser servidos com cogumelos ou mesmo numa versão doce.






Agora também no Facebook


domingo, agosto 25, 2019

Gelado de nata e Oreo... (Cream'n'cookies ice cream...)


Ingredientes
3dl de natas para bater
1/2 lata de leite condensado
10 bolachas Oreo

Preparação
Trituram-se as bolachas em areia fina e reservam-se. Batem-se as natas "em castelo" e em seguida envolve-se o leite condensado delicadamente. Unta-se com óleo (ou manteiga) uma forma pequena de bolo Inglês (1 litro de capacidade no máximo) e forra-se com película aderente (a película aderente deve ficar a cair para fora da forma em quantidade suficiente que depois permita ajudar a retirar o gelado da forma). Coloca-se metade das bolachas trituradas no fundo da forma. Em seguida despeja-se metade do creme, colocam-se as restantes bolachas e verte-se delicadamente o restante creme por cima. Tapa-se a forma (ou envolve-se em película de alumínio e coloca-se no congelador 6 a 8 horas. Retira-se do congelador 15 a 20 minutos antes de servir e desenforma-se com o auxílio da película aderente que ficou para fora da forma (se ainda estiver muito congelado pode-se passar a forma rapidamente por água quente). Serve-se de imediato cortado em fatias.




Agora também no Facebook

sexta-feira, agosto 23, 2019

Massa com mexilhões em molho de vinho branco e natas ácidas (Pasta with mussels in white wine and sour cream sauce)


Ingredientes (2 doses)
180gr. de massa (no caso fusilli)
400gr. de miolo de mexilhão
2 colheres de sopa de natas ácidas
1 cebola pequena
1 dente de alho pequeno
1 colher de sobremesa de manteiga
1 colheres de sopa de azeite
1/2dl de vinho branco
1 raminho de tomilho seco
1 malagueta (opcional)
Pimenta preta qb
Salsa fresca picada 
Preparação
Coloca-se a massa a cozer de acordo com as instruções da embalagem e prepara-se o molho em simultâneo.
Coloca-se a manteiga e o azeite num tacho com o fundo grosso (idealmente de barro ou ferro fundido), juntando em seguida a cebola picada, os alhos fatiados, o tomilho e a malagueta. Quando começar a alourar adicionam-se os mexilhões, a pimenta moída na altura e o vinho branco. Tapa-se o tacho e deixa-se cozinhar cerca de 5 a 7 minutos. Em seguida juntam-se as natas ácidas e deixam-se cozinhar mais um minuto para o molho engrossar um pouco. Quando a massa estiver cozida escorre-se a água, junta-se o molho de mexilhões, envolve-se bem e serve-se de imediato polvilhado com salsa picada.




Agora também no Facebook

quarta-feira, agosto 21, 2019

Sopa de tomate (Tomato soup)


Ingredientes
1,5 kg. de tomate maduro
2 cebolas grandes
2 dentes de alho grandes
2 cenouras médias
Azeite qb
Sal qb

Preparação
Picam-se as cebola grosseiramente, picam-se os alhos e cortam-se as cenouras em rodelas de espessura média. Colocam-se numa panela com um pouco de azeite no fundo. Leva-se ao lume e quando o azeite começar a aquecer junta-se o tomate em cubos grosseiros. Deixa-se estufar cerca de 15 minutos. Em seguida tempera-se com o sal, cobre-se com água e deixa-se cozinhar até que a cenoura esteja macia. Nessa altura retira-se a sopa do lume e tritura-se com a varinha mágica ou liquidificador.
Serve-se com um ovo escalfado e polvilhada com uma erva verde fresca a gosto (no caso usei cebolinho).


NOTA 1
Como uso o liquidificador para triturar as sopas não retirei a pele nem as sementes do tomate. No entanto, caso o queiram fazer, basta escaldar o tomate em água a ferver, mergulhando de seguida em água gelada. Deste modo a pele sai com facilidade, sendo apenas depois necessário cortar em pedaços e retirar as sementes.

NOTA 2
Tradicionalmente utiliza-se um pouco de açúcar para atenuar o ácido da sopa de tomate, experimentei usar 2 cenouras e resultou muito bem.






Agora também no Facebook

segunda-feira, agosto 19, 2019

Peixinhos da horta com molho de queijo azul (Green beans tempura with blue cheese dipping sauce)



Ingredientes
(para os peixinhos da horta)
300gr. de feijão verde
100gr. de farinha de milho
Paprika fumada qb
Pimenta preta qb
2dl de água das pedras (bem gelada)
Óleo (ou azeite) para fritar
(para o molho de queijo azul)
1 iogurte natural
30gr de queijo azul (roquefort ou gorgonzola - a quantidade do queijo pode ser aumentada ou diminuída de acordo com o gosto pessoal)
1 colher de chá de molho Inglês
1 dente de alho pequeno ralado

Preparação
(do molho de queijo azul)
Colocam-se todos os ingredientes no robot de cozinha (ou copo da varinha mágica) e trituram-se até obter um molho suave. Reserva-se no frigorífico até à altura de servir.
(dos peixinhos da horta)
Arranja-se o feijão retirando o fio e corta-se ao meio em comprimento e em largura. Escalda-se por 2 minutos em água a ferver com sal. Mergulham-se de imediato em água gelada para parar a cozedura. Escorrem-se nem e secam-se com papel de cozinha.
Prepara-se o polme misturando bem a farinha peneirada com a paprika e a pimenta. Em seguida adiciona-se a água (pode não ser necessário utilizar toda) em fio misturando bem com uma vária de arames até obter um polme liso e suave.
Passa-se o feijão pelo polme e frita-se no óleo bem quente, quando estiverem dourados colocam-se a escorrer sobre papel absorvente.
Servem-se de imediato acompanhados com o molho de queijo azul.






Agora também no Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...